sexta-feira, 25 de abril de 2008

ÁRVORE


Resolvi colocar essa árvore porque gosto de lembrar do momento q eu a estava desenhando, já faz um tempo na verdade...

Meu amigo Aluísio falava q gostava de desenhar árvores, ao vivo, olhando-as por um bom tempo e eu percebi q só tinha desenhado árvores com referencias fotográficas, nisso fui para o parque da independencia e escolhi uma árvore bonita pra desenhar.

fiquei sentado e olhei-a rapidamente para analisar por onde iria iniciar o desenho e então comecei, desenhei o tronco, coloquei algumas massas de volume e parti para desenhar as folhas... putz, ai foi foda...
nunca tinha desenhado uma árvore dessas, e geralmente qd desenhava arvores eu fazia uma simplificada na folhagem, mas essa se eu simplificasse ia ficar feia, ainda mais q já tinha feito o tronco mais realista, ai tbm pensei q se eu fizesse as folhas uma por uma ia ser trabalhoso demais além de q ia perder o ritmo. Eu continuava olhando e pensando como resolver e cada vez mais me parecia impossivel desenhar a folhagem.

Pensei em deixar só o tronco com os galhos, coisa de vagabundo, e imaginá-la num inverno q tirasse todas as folhas delas... mas não, não era oq eu queria.

Nisso percebi q nem tinha olhado a árvore direito, estava me focando em analisar detalhes e em como iria desenhá-la q nem parei para observá-la mesmo, estava indo no racional de q eu sabia desenhar uma árvore. Ai resolvi descansar e fiquei só olhando a árvore, sem pensar em nada, apenas olhando, contemplando, admirando. Não sei oq aconteceu, não sei qt tempo fiquei olhando para a árvore, mas sei q de repente ela ficou muito bonita, de uma maneira q eu não sei explicar, só sei q a beleza dela tinha aumentado demais e parecia q eu estava vendo-a de verdade, parecia q só agora eu a estava enxergando e estava enxergando tudo, sentia q a via totalmente ao mesmo tempo q nenhum detalhe me escapava. Resolvi olhar a folhagem e eu a entendi...

Depois disso comecei a desenhar e tudo saiu de uma maneira muito natural, nem conseguia lembrar quais eram as dificuldades q eu tinha passado antes para conseguir desenhar, era óbvio tudo na minha frente e extremamente simples de se fazer.

essa é a história desse desenho, q me faz sentir bem qd lembro e me faz ver q alguns desenhos são um pouco mais doq o retrato de algo q eu vi, tbm são as memórias daquele momento.

2 comentários:

ajsilva78 disse...

É isso aí, rapaz! Você pegou o lance, é meio como meditar (creio) . O desenho ficou ótimo. Parabéns!

bebel disse...

Olá!
vc nao me conhece, tenho pesquisado desenhos de árvores na internet pq quero tatuar uma.. o seu foi o que mais gostei até agora! é muito linda! parabéns! teria a possibilidade de eu ver outros desenhos?? eu tava pensando em fazer uma com um fundo meio macabro pq já tenho uma bruxa tatuada.. entao pensei em uma com talvez menos folhagem..
bom, se existir a possibilidade me manda um e-mail.. o endereço é isabel.rocha@joaobarbosaadvass.com.br
parabéns pelo desenho!!
beijos!!